11. Dança na floresta - 2:51

Antônio Luiz Ferreira Bahia
Edinho Paraguassu - adaptação

Ao adaptar o verso onde o lobo dança para se alegrar, ele que sempre está no papel de vilão, de mau, de zangado é mostrar o quão gostoso é brincar e dançar, que até o lobo não resistiu e teve uma recaída.
Brinquedo de melodia gostosa e movimentação lúdica que traz o humor, característica deste professor que é Bahia até no nome.

O macaco comprou uma sanfona
E na floresta começou a tocar (bis)

A cobra entrou na dança
E foi dançando até se enrola (bis)

Enrola, enrola, enrola, enrola
Enrola, enrola até parar (bis)

O macaco...

A girafa entrou na dança
E foi dançando até se esticar (bis)

Estica, estica, estica, estica
Estica, estica até parar (bis)
O macaco...

O elefante entrou na dança
E foi dançando pra se balançar (bis)

Balança, balança, balança, balança
Balança, balança até parar (bis)

O macaco...

O lobo entrou na dança
E foi dançando pra se alegrar (bis)

Alegra, alegra, alegra, alegra
Alegra, alegra até parar (bis)

Vamos dançar a dança da floresta
Que aprendemos com os animais (bis)

Enrola, enrola, estica, estica
Balança, balança pra se alegrar (bis)